Power caminhada

Oi pessoal!

Essa semana postei no Instagram (@marinarezendeblog) uma foto minha depois de uma power caminhada, que tenho feito ultimamente, na esteira. Algumas pessoas perguntaram sobre este tipo de exercício e vou explicar aqui para vocês.

powercaminhada2

Power caminhada é uma caminhada mais poderosa, como o próprio nome diz. Ela queima mais calorias em menos tempo e potencializa a queima de gordura porque trata-se de um treino intervalado, que alterna ritmo (velocidade) e terreno (inclinação na esteira). Optei por este exercício (faço 2x na semana) principalmente por causa da amamentação e para evitar o impacto das corridas. Faço na esteira (prefiro do que na rua). A velocidade fica sempre entre 6.2 e 6.8 km/h e a inclinação entre 2 e 6%. Dessa forma, o efeito da power caminhada é quase o mesmo de uma corrida (minha frequência mantem-se alta e, como na foto que postei, termino o treino vermelhinha rsrs), com a vantagem de diminuir lesões devido ao baixo impacto. E a mudança de ritmo e de inclinação deixa o exercício mais dinâmico e menos monótono do que caminhar na mesma velocidade sempre. Para quem nunca fez ou está acostumado apenas a caminhadas tradicionais, o ideal é acelerar aos poucos.

powercaminhada

Espero que tenham gostado da dica e que façam pelo menos para ver como se sentem com a power caminhada.

Beijos!

Comente!

Aniversário Onodera

O aniversário de 13 anos da Onodera Estética de Ribeirão Preto foi marcado por um delicioso coquetel, realizado no dia 27 de agosto. Com opções naturais e nutritivas Da Integrale Pães Integrais e Artesanais e da loja Mundo Verde da Avenida Presidente Vargas, o evento presenteou as clientes com mimos exclusivos das lojas parceiras, Arezzo, Morana, Boucle e Farthingale. Além disso, a clínica está com uma promoção especial durante o mês de agosto, ou seja, termina hoje! São descontos de até 40% em diversos tratamentos.

Onodera1

Onodera2

Onodera3

 

Comente!

Degustação Freddo

Meu doce preferido é sorvete. De qualquer sabor, menos menta! Nossa, como eu amo sorvete. Nas fases de TPM e ansiedade, juro que já cheguei a quase “matar” um pote sozinha. Mas ultimamente tenho me controlado bastante. Só que nessa semana estive na Freddo do Iguatemi Ribeirão Preto para enfiar o pé na jaca e provar vários itens do cardápio. Eu já conhecia o cafezinho e o famoso sorvete de doce de leite, que inclusive acompanha (uma mini bola) o café espresso. Mas a marca tem tantas outras delícias que até esqueci do sorvete de doce de leite rsrs.

Minha primeira pedida foi o Batido de Frutos Vermelhos, que leva sorvete de morango e de framboesa (à base das frutas, é bem mais leve e light do que os sorvetes à base de leite) com calda de frutos vermelhos. Muuuto refrescante, perfeito para o clima de Ribeirão Preto.

Foto1_batido

O segundo pedido foi o Mocha Freddo, o café gelado que leva 200g (!!!) de puro chocolate meio amargo, capuccino, chantilly e calda de chocolate. Uma perdição! Eu que não era muito adepta a cafés gelados, fiquei fã. O chocolate meio amargo é bem menos enjoativo e o chantilly deixa tudo melhor (e mais gordo hehehe).

Foto2_mocchaFoto3_moccha2

Depois de provar essas duas bebidas, parti para os sorvetes. Fiz uma degustação de quase todos os sabores (e não são poucos!). O bacana é que qualquer cliente pode e deve degustar os sabores antes de escolher. E a equipe do Freddo se dispõe inteiramente para isso. Bom, né? Meu predileto, dentre váááários deliciosos (foi difícil eleger!) foi o Frutos do Bosque, que é de reme americano, framboesas, groselhas, cassis, morangos e amoras. Gente, é de tomar rezando!! Em vez de tomar no copinho ou casquinha (na Freddo as casquinhas chamam “cucurucho”), preferi fazer uma dupla do sorvete com um Mini Cake de Cenoura, que lembra um petit gateau, mas a massa é de cenoura, recheado com chocolate. Ficou maraaaaaa!!

Foto4_minicake

Para finalizar, o velho e bom cafezinho, que tomei na companhia dos donos da loja, o Thiago e a Deborah. Casal gente boa! Eles me contaram várias curiosidades da Freddo. A marca, que é argentina, nasceu em 1969 e faz sorvetes “de verdade”. Isso porque não há ingestão de ar na massa (como na maioria das marcas, para dar volume). O sorvete chega puro e como uma pedra, direto da Argentina, a uma temperatura de 40 graus negativos. Depois, quando colocado nos “caldeirões” das lojas, a temperatura vai subindo até atingir sua consistência ideal, super cremosa.

Foto5_cafe

Uma novidade da Freddo no Brasil é o pote de doce de leite. O mesmo que é usado nos sorvetes e outras delícias da marca. Levei um pote pra casa e garanti a sobremesa do fim de semana! Hehehe.. Para acompanhar, levei também uma embalagem de sorvete de Frutos do Bosque.

Foto6_docedeleite

Quem passar pelo Iguatemi Ribeirão Preto, não pode deixar de degustar os sabores da Freddo. Super recomendo!

Beijos!

Comente!

Ajuda para cuidar do bebê

Gente do céu! Quanto tempo sem escrever um post! Mil desculpas, mas a correria está grande por aqui. Tenho tido pouquíssimo tempo para pensar em posts legais e escrever aqui para vocês. Não gosto de postar qualquer coisa, viu gente. Sempre procurei escolher assuntos que informem de alguma forma e que também sejam interessantes. Mas isso requer tempo e dedicação, então nesta fase confesso que estou em falta com vocês :-)

baba(1)O assunto deste post interessa a várias (ou todas) mães. Aproveitando o bafão em que Gisele Bundchen separou de Tom Brady por causa de uma babá, vou falar dessas profissionais e de qualquer outra pessoa que seja uma ajuda para cuidar do bebê.

Antes de ser mãe eu sempre via e sabia de muitas crianças com babás e nunca descartei a possibilidade de ter uma. Quando engravidei, logo fui atrás de uma enfermeira para ficar 12 horas noite comigo e com a Rafaela, mesmo porquê o meu marido viaja toda semana (fica pelo menos 1 noite fora) e minha mãe mora em outra cidade. Além disso, queria alguém para me ajudar nas mamadas da madrugada – por exemplo, para eu ter a comodidade de dar mamá e voltar a dormir, sem esperar o bebê arrotar etc.. Todo esse processo – trocar, mamar e arrotar – toma quase uma hora e tendo alguém para me ajudar, minha função seria apenas dar mamá e voltar pra cama. Como não fiz nenhum curso de amamentação, etc, queria uma enfermeira experiente para também me ajudar em qualquer dúvida, caso precisasse.

Durante o dia, eu quis me virar. Mesmo não tendo minha mãe por perto – o que ajuda muito – eu queria ver como seria cuidar do bebê. Além disso, estaria descansada de dia por ter alguém a noite. No primeiro mês foi super tranquilo, porque bebês recém-nacidos costumam dormir muito e ainda não têm cólicas, por exemplo. Mas no segundo mês comecei a sentir falta de alguém para me ajudar. A Rafaela passou a ficar mais tempo acordada e, com isso, mais tempo chorando (sim, bebês choram muito porque é a única forma de comunicação nessa fase). Tinha dias em que eu ficava maluquinha, sem saber o que fazer (rsrs) e não via a hora da enfermeira da noite chegar para me aliviar.

Foi aí que decidi contratar uma pessoa para o dia. Fiz uma boa triagem e encontrei uma profissional ótima, com várias referências e de quem gostei muito. Mas veio um impasse: Comecei a me sentir culpada por ter gente me ajudando quase que 24 horas por dia. Sabem aquele sentimento que toda mãe tem, de aperto no peito e de se sentir “distante” pelo fato de delegar a outra pessoa os cuidados com o filho? Engraçado que eu me vi numa mistura de sentimentos: Ao mesmo tempo em que me sentia cansada em ficar o dia todo por conta da Rafaela, também passei a me sentir culpada por delegar à babá aquilo coisas do dia a dia, como dar banho, trocar fraldas, colocar para dormir, etc. É muito maluco tudo isso. Ainda bem que consegui um equilíbrio: Todas as manhãs fico 100% com a Rafaela. Às 1h00 a babá chega e vou fazer as minhas coisas (trabalho, da casa). Ela vai embora às 18h. O bom disso é que, nos momentos em que estou com minha filha, são de qualidade porque estou descansada. Gente, de fato, não é pecado nem errado falar isso, mas é cansativo passar 24 horas com o bebê que requer cuidados físicos, de higiene, amamentação e atenção. Mesmo sendo seu filho, você fica sim saturada. Por isso é melhor ter ajuda, porque o tempo em que você estiver com a criança, vai ter qualidade.

E assim vou indo. A Rafaela toma 2 banhos por dia. Pelo menos 1 eu faço questão de dar. E como trabalho de casa, estou sempre por perto dela e da babá. Troco as fraldas, passeio, enfim, faço tudo normalmente como se estivesse sozinha, porém com um grande detalhe: Se preciso sair ou descansar, tenho uma pessoa para delegar. Também consigo dar atenção ao marido, porque nossos homens também precisam de carinho e cuidados viu mulherada!

Mas confesso que me senti sim culpada por ter babá. Pensei: “Será que a Rafaela vai sentir minha ausência? Vai ficar traumatizada por EU não estar cuidando dela o tempo todo?”. Percebi que de forma alguma. Primeiro porque não abandono minha filha – fico o tempo todo por perto. Segundo porque estou amamentando e isso cria um vínculo enorme. Terceiro porque nos momentos só nossos, me entrego de corpo e alma, 100%, com toda a atenção e energias voltadas a ela. 

Um motivo que me deu culpa também foi quando comecei a ler sobre a “terceirização da maternidade”, quando mães têm filhos e entregam todos os cuidados nas mãos de terceiros (avós, babás, etc). Claro que este em excesso isso faz mal à criança. Nos textos que li, falavam sobre mães que saíam de casa às 7h da manhã e só voltavam a noite quando seus filhos estavam dormindo – uma delas entrava pela porta dos fundos para não acordar as crianças e ela não ter que dar atenção a eles. Um absurdo! Aí sim acho errado. Outra vantagem de ter ajuda é que nós, mães, podemos descansar. E qualquer pessoa quando descansa está com energias renovadas. Não adianta nada uma mãe passar 24 horas por conta da criança e estar sempre esgotada.

Bom gente, depois desse desabafo aqui, vou listar as vantagens de ter uma pessoa (avó, amiga, babá, o que estiver ao alcance) para ajudar a cuidar do bebê:

– A mãe consegue descansar e se dedicar ao filho com disposição e total afeto;

– A mãe consegue dar atenção ao marido, o que mantem acesa a relação entre os dois;

– O bebê tem contato com outra (s) pessoa que não seja a mãe, o que dá a ele o senso de independência. Quer coisa pior do que filhos grudados nas mães? Que não ficam com ninguém mais quando a mãe sai? Isso dá mais…

– Independência para a mãe. Afinal, chega uma fase em que a mãe quer e precisa sair, voltar à vida normal, trabalhar, viajar.

Beijo e a todos vocês!

Comente!

Pais cafezeiros

Meu pai é loucooooo por café. Juro que todos os dias ele toma um expresso para… Dormir! rsrs E isso não afeta em nada o sono dele. Engraçado, né? Para os papais cafezeiros como o meu, boas sugestões de presentes são cafés e acessórios. Entre as opções, estão disponíveis canecas, tumblers, cartões e cafés em grãos, tudo para que a data seja comemorada com muito carinho e os pais sejam homenageados do jeito que merecem.

Café

A novidade em cafés na rede é o Starbucks Kati Kati Blend®, uma mistura de grãos provenientes das regiões da Etiópia e do Quênia. O café possui características de sabor cítrico e é perfeito para saborear acompanhado de frutas cítricas ou até mesmo com algumas pedras de gelo. Preço: a partir de R$ 22,90

starbucks_cafe

Mugs e Tumblers

 A Starbucks possui uma linha completa de canecas e copos para que os pais levem suas bebidas favoritas para todos os lugares ou aproveitem o café da manhã em família sem perder o estilo.  Entre as opções, estão disponíveis canecas e tumblers para armazenar bebidas quentes e copos de acrílico para as bebidas geladas e Frappuccino. Preços: a partir de R$ 29,90

mugs

mugs2

Starbucks Card

Presentear com o Starbucks Card agrada todos os pais.  Com o cartão exclusivo, eles podem se registrar no My Starbucks Rewards™, acumular estrelas e ganhar benefícios em todas as lojas Starbucks no Brasil. O Starbucks Card pode ser carregado com valores a partir de R$10,00. A Starbucks também oferece um envelope com o qual é possível entregar o cartão de presente e escrever uma mensagem especial.

image003

São sugestões com preços muito bacanas, e também fáceis de encontrar, já que em Ribeirão Preto tem várias lojas Starbucks.

Beijos!

Comente!

Proteína de arroz

Todo mundo está cansado de saber que o Whey Protein é uma excelente fonte de proteínas para quem faz academia e até mesmo para quem não faz. O whey é obtido a partir do soro de leite e o processo de filtragem determina os tipos: Concentrado, isolado e hidrolisado. As diferenças são, principalmente, o preço e o tempo de absorção de cada um. Por exemplo, o isolado tem até 95% de proteína, pouco carboidrato e gorduras, o que é bom para depois dos treinos.

Já tomei muito whey, mas de um ano pra cá parei, primeiro porque fiquei grávida e parei de pegar pesado na musculação, segundo porque enjoei mesmo e acho que na própria alimentação é possível conseguir a quantidade ideal de proteínas. Mas dia desses eu estava lendo sobre a proteína do arroz, da qual não sabia nada – nem que existia! Rs

A proteína do arroz entra como uma alternativa para quem gosta dos shakes proteicos.Ela tem leucina, um aminoácido que favorece a formação de músculo.E é ideal para quem tem intolerância à lactose, ou alergia à proteína do leite. Já que estou amamentando, tenho evitado alimentos com lactose (nenhuma recomendação, coisa da minha cabeça mesmo rsrs). Experimentei a proteína de arroz da marca Phytoable, que vende no site Agora Saúde.

Foto-pote

Vejam os benefícios:

– Enzimaticamente isolado em processo livre de aditivos químicos (orgânico)
– Hipoalergênico e de fácil digestibilidade
– Livre de lactose e glúten
– Não contém açúcar, sal, conservantes.
– Cor, sabor e aroma naturais.
– Alternativa à proteína animal e proteína de soja
– Rica em aminoácidos essenciais
– Utilizado em programas para ganho muscular e também em programas para perda de peso

Para fazer meu shake, misturei 2 colheres de sopa com água e depois bati no liquidificador com leite de aveia (sem lactose).

marina

 

Enfim, em relação a sabor, a proteína de arroz perde para o whey protein, que tem um gosto melhor. Mas para quem quer mudar um pouco e cortar lactose da dieta, é muito boa.

Beijos!

Comente!

Strawberry Blonde

A cor do momento tem nome e sobrenome: Strawberry Blonde. O tom de ruivo, que vem literalmente fazendo a cabeça das mulheres, é tendência em alta nos salões internacionais e agora chegou com tudo nos salões brasileiros. Umas dizem que é um ruivo claro, dourado, acobreado… Outros dizem que é um loiro dourado, apenas com nuances acobreadas. “Só é possível conseguir strawberry blonde com tinta permanente. Tonalizante não fixa a cor no cabelo e não existe essa cor no mercado, então será preciso misturar produtos”, explica Rosi, profissional do L’eclat.
strawberry-blonde
Então, vocês gostam deste tom? Acho lindo! Principalmente para tons claros de pele, como a atriz Marina Ruy Barbosa.
Beijos!

Comente!

Alimentos para perder a barriga

Por , , Permalink 0Curtidas

Depois que a Rafaela nasceu, minha barriga (como de todas as mulheres que têm filho) ficou flácida. Afinal, foram 9 meses de pele esticada. Além disso, estou 3 quilos acima do peso de quando engravidei e não consigo perder. Então de fato estou pançudinha hehehehe… Mas nem tenho pressa para perder, viu? Amamentar gasta calorias, mas por outro lado dá muita fome – o que dificulta o emagrecimento. Não penso e nem quero fazer regime agora, só depois que a Rafaela desmamar  e meus hormônios entrarem nos eixos. Por enquanto quero curtir essa fase sem fazer restrição alimentar, mas claro, evitando doces, frituras e outros alimentos nocivos. Mas vira e mexe pesquiso e me informo sobre o que é bom para emagrecer, acelerar a queima de gordurinhas, etc. Esse dias achei uma reportagem que fala de alguns alimentos que ajudam a diminuir a barriga. É que a gordura abdominal está ligada a alguns hormônios e certos alimentos interferem positivamente nesses hormônios. São eles:

-Nozes e amêndoas;

-Whey Protein;

-Azeites;

-Ovos;

-Leite;

-Maçã;

-Tomate;

-Peixes;

-Aveia.

São todos alimentos acessíveis e saudáveis. Não custa incluirmos na dieta, né?

Beijos!

 

 

Comente!