Comente!

Amamentação – parte 2

Um tempo atrás fiz um post contando sobre minha amamentação e dando dicas para as mamães que querem amamentar com sucesso. Isso foi em março e a Rafaela estava com quase 11 meses.

Agora ela já completou 1 aninho e continua mamando no peito de 2 a 3 vezes por dia (manhã, tarde e noite). E eu estou num dilema: Desmamar ou não? O pediatra sugeriu começar a substituir uma das mamadas por mamadeira com leite Ninho 1+. E tem que ser outra pessoa, pois se eu der, ela entrará em conflito por ter peito e mamadeira ao mesmo tempo.

Não me atrapalha em NADA amamentar a Rafaela. Mas tenho motivos pelos quais penso em desmamá-la: Nossa independência (minha e dela), valores nutricionais (ela já se alimenta bem) e planos para uma nova gravidez. Mas ao mesmo tempo, quero deixar que ela própria saiba quando parar. A única coisa que não quero (e que desgasta muito) e manter meu peito apenas como chupeta, o que acredito que vá acontecer daqui um tempinho.

Outro dia eu estava lendo uma matéria na Folha de S. Paulo, sobre mulheres que amamentam ou amamentaram seus filhos depois dos 12 meses de idade – meu caso. “Amamentar uma criança maior de 12 meses pode ser tão constrangedor quanto dar de mamar em um estádio de futebol. Mulheres que prolongam a amamentação de seus bebês se sentem julgadas e pressionadas a interromper essa fase da maternidade.” – essa frase, da matéria, mostra de fato um certo preconceito e olhar torto das pessoas sobre as mães que prolongam a amamentação. E eu estou começando a sentir esse preconceito. Não de forma direta e rude, mas percebo que as pessoas à minha volta – mesmo amigos e família – questionam minha escolha (e da Rafaela) no aleitamento materno até hoje.

Para abordar o  tema, a fotógrafa Natalie Mccain realizou um ensaio com mães que amamentam crianças acima de 1 ano, com a esperança de que a série abra os olhos dos que estão injustamente criticando o aleitamento prolongado. “Nenhuma mãe merece ser julgada pela forma como ela escolhe alimentar seu bebê”, escreveu ela, que também estendeu a amamentação dos seus filhos. “Amamentar não perde magicamente seus benefícios só porque a criança fez 1 ano. Há tantas razões para continuar amamentando, embora possa parecer estranho para quem não vivenciou essa experiência”, disse a fotógrafa para a revista Self.

Mães retratadas no ensaio do projeto The Honest Body dizem que o que mais as incomoda são perguntas sobre quando elas vão parar de amamentar.  “Por que eu tenho de parar? Precisamos ter uma data na cabeça?”, questiona uma delas. Eu me identifiquei MUITO! Pois vira e mexe ouço esse tipo de pergunta e, quando respondo que ainda amamento só com leite materno, percebo um olhar – ou mesmo palavras – de reprovação. Ainda bem que nem ligo 🙂

bodies

 

 

 

Comente!

Novidades – Maremonti Iguatemi Ribeirão Preto

Oi pessoal!

Dia desses fui conhecer o novo cardápio do restaurante Maremonti do shopping Iguatemi Ribeirão Preto. São três novos pratos que entraram:

Tortelli di Ricota e Aspargos, receita que o chef napolitano Pasquale Palamaro (estrela Michelin) fez especialmente para a trattoria do Maremonti. Com um molho delicadamente cremoso de mozzarella de búfala, a massa levíssima é feita diariamente na própria casa, recheada com ricota. O prato é finalizado com aspargos frescos e lascas de azeitonas pretas.

Maremonti_Tortelli di Ricota[2]

Polenta Genovese, bem cremosa com ragu de costela suína e cebola caramelizada. O molho combina perfeitamente o sabor marcante da costela com o toque adocicado da cebola.

Maremonti_Polenta Genovese[2]

Pesce in Crosta di Pistacchio que vem acompanhado de um saboroso risoto de limão siciliano. Este último, o peixe, foi incluído no cardápio especialmente para os adoradores de pratos leves. Foi o meu preferido!
20160407_214610

Maremonti_Pesce In Crosta[2]

 

Estes pratos já estão disponíveis no menu da Maremonti. Vale a pena cada garfada!

Funcionamento: 2ª a 5ª: 12h às 15h e 18h30 às 23h; 6ª e Sáb.: 11h30 às 24h, Dom.: 11h30 às 23h.

 

Comente!

Vacinação – Por que fazer

Por No tags Permalink 0Curtidas

Que mãe não sofre quando leva seu filhote para tomar vacina? Não tem coisa pior do que ver nossos pequenos sofrendo, levando agulhadas e abrindo aquele berreiro – que de fato é de dor e susto, não de birra. Mas é por um ótimo motivo e pelo bem das nossas crianças. Afinal, as vacinas são um grande avanço na medicina. A sua criação em 1796 foi considerada um marco histórico na saúde. Elas são produtos antígenos que, quando administrados, desencadeiam a formação de anticorpos por parte do organismo. Essa formação implica que o organismo fique imunizado contra agentes patógenos específicos.

bebe-vacina2

Um dos motivos deste post é a campanha que vai começar neste mês para a vacinação contra a gripe, que todos (não somente os bebês) devem tomar. A Rafaela vai tomar semana que vem, quando chegam as doses para a idade dela (11 meses). Eu e meu marido tomaremos amanhã! E todos os funcionários aqui de casa também vão tomar. Afinal, devemos prevenir de todos os lados.

Tipos de vacinas

Existem alguns tipos de vacinas infantis que variam conforme a doença. Conheça algumas destas composições que são essenciais para a saúde do seu filho:

  • As que contêm germes, bactéria ou vírus vivo. Essas são usadas contra o sarampo, rubéola e catapora.
  • As que possuem microrganismos inativados, como a da hepatite A.
  • Algumas têm fragmentos de célula, acelulares, como a da coqueluche.
  • A do tétano ou difteria incluem toxoides na sua composição.

Vacinar é sinal de proteção. A vacinação infantil possui um calendário anual em função das recomendações internacionais. Apesar da recente manifestação contra as vacinas, elas possuem um perfil de segurança alto, contrapondo os efeitos colaterais que não quase nulos. A administração das vacinas não é obrigatória em muitos países. Vacinar representa, muito além da vantagem individual de proteger os pequeninos, um ato solidário, pois contribui com o desaparecimento global das doenças.

mamae e bebe com saúde

 

Mitos sobre as vacinas

  • Vacinas têm efeitos colaterais e podem levar à morte: MENTIRA. As reações às vacinas são leves e temporais, como dor no local da aplicação ou um pouco de febre.
  • Algumas doenças já não tão comuns nos dia de hoje, não necessitam mais da vacina: MENTIRA. Ainda que sejam doenças pouco comuns, os agentes que as provocam continuam circulando por algumas partes do mundo e podem originar surtos no seu país.
  • A vacina da gripe não é muito eficaz e, além disso, só traz incômodos: MENTIRA. A gripe causa anualmente quase meio milhão de mortes em todo o mundo. As mais expostas a ela são as gestantes, crianças e idosos com problemas de saúde. A vacinação imuniza contra os três tipos de maior prevalência. É a melhor forma de reduzir as possibilidades de ter a gripe e de contagiar aos outros.
  • Não pode dar mais de uma vacina de uma vez: MENTIRA. A aplicação simultânea não implica em efeitos secundários, além de diminuir as visitas ambulatórias e a criança receber menos injeções com a combinação de composições. As doenças são várias, cabe aos pais decidirem se querem deixar seus filhos protegidos.

Então, mamães e papais, vamos seguir à risca o calendário de vacinação e também as orientações dos pediatras (referentes às vacinas fora do calendário, mas que são importantes, como por exemplo a da gripe). Vacinar é proteger seu filho, independentemente da dor (momentanea) que ele sentirá e dos berros de choro. Aguenta coração e vai em frente!

Beijos!

Comente!

Trunk Show H.Stern

Por No tags Permalink 0Curtidas

Mês de abril está bom para comprar joias!

O Trunk Show, um clássico de da agenda de eventos da H. Stern, é a oportunidade para reciclar aquelas joias guardadas há muito tempo. Durante o evento, a loja aceita peças usadas como parte do pagamento na compra de novos produtos. Um especialista avalia o ouro e o converte em crédito. Apenas peças em ouro são válidas – as pedras não entram.

Neste período, a H.Stern apresenta uma seleção especial de joias para ajudar os clientes na escolha das novas aquisições. Há desde peças clássicas, como brincos e anéis de diamantes, até criações exclusivas, como as joias-desejo da Coleção Niemeyer e Stars. No Iguatemi Ribeirão Preto o Trunk Show acontece de 4 a 9 de abril.

Imperdível hein!

hstern

 

 

Comente!

Comente!

Comente!

Inspiração – Comfy Looks

Por , , Permalink 0Curtidas

Outro dia postei uma foto no Instagram (@marinarezendeblog) falando como tenho usado looks confortáveis, os chamados “comfy looks” depois que fui mãe. São dois motivos: por causa da correria com a Rafaela (quem é mãe sabe como filhos pequenos requerem praticidade nas nossas produções) e por causa dos quilinhos a mais depois da gravidez (afinal, o corpo muda muito). Então comecei a pesquisar mais sobre o estilo comfy – são produções estilosas, mas que prezam a praticidade no dia a dia, fugindo de peças justas, curtas, saltos muito altos, etc. – e seguem algumas inspirações para você, leitora, que também gosta de se vestir bem, porém com conforto.
4099_Athens-Streetstyle_Maria-Kolosova_Milan-Fashion-Week-Spring-Summer-2015_Street-Style

Comfy looks NÃO são sinônimo de desleixo, viu meninas? O lema é manter o estilo e a elegância com peças soltinhas e confortáveis.

Look-7_OBailenaCidade-580x872

comfy-jeans-outfit

wpid-wp-1443894007595

Autumn-Knitwear-Street-Style-Looks-18

Cream_Jumper-Leggings-Comfy_Outfit-Street_Style-Collage_Vintage-3

shirt-dress-street-style-10

black-dress-gladiator-street-style-comfy-look

Comente!